top of page
Buscar
  • Foto do escritorJoalheria Alternativa

A FESTA MAIS POPULAR DO BRASIL ESTÁ CHEGANDO - O CARNAVAL


Pingente IOSHUA



No dia 21 de fevereiro é terça-feira de carnaval (feriado nacional), a festa mais popular do Brasil.


O Carnaval foi trazido para o Brasil pelos portugueses e os historiadores relatam que a festividade se estabeleceu no país entre os séculos XVI e XVII e teve como primeira prática o Entrudo - era uma prática de zombaria pública, uma brincadeira (que as pessoas atiravam água, farinha, ovos e tinta uma nas outras), era realizada dias antes do início da Quaresma e se fixou no Rio de Janeiro.


Você sabe a origem do Carnaval?


O carnaval é uma festividade anual, que dura alguns dias. As origens da festa são desconhecidas, mas acredita-se que tenha início na Antiguidade, começando no dia de Reis e acabando na quarta-feira de Cinzas (período que precede a Quaresma em vários países de maioria católica).


Especula-se que essa festa popular derivou de festas profanas de ritos e costumes pagãos e caracterizava-se pela liberdade de expressão e movimento.


Algumas festas pagãs, anteriores ao cristianismo, foram a: Lupercalia (uma festa pastoral da Roma Antiga celebrada anualmente no dia 15 de fevereiro para purificar a cidade, promovendo a saúde e a fertilidade) e a Saturnália (um festival da Antiga Roma em honra ao deus Saturno, que ocorria em 17 de dezembro e tinha uma atmosfera de carnaval, que derrubava as normas sociais romanas).


A palavra Carnaval é originária do latim - carnis levale - cujo significado é “retirar a carne”. A carne pode ser uma referência tanto ao alimento (carne) quanto ao corpo humano em oposição à alma.


Dizem que o carnaval é um período de festanças, de libertinagem, de quebra das hierarquias sociais e do decoro e antecede um período rígido - a Quaresma, que é um tempo de privação de produtos de origem animal (a carne), de penitência, de jejum e de abstenção sexual. Dessa forma, é um evento que foi associado à tradição cristã.


No entanto, é uma festa pagã, que zombava das figuras sagradas ou das autoridades, com fantasias e máscaras obscenas (com narizes, bocas, barrigas, seios e falos exageradamente grandes), havia o consumo de álcool excessivo, facilitando brigas e até mortes.


O Carnaval medieval trazia a ideia das coisas invertidas temporariamente. Gregos e romanos realizavam festas em homenagem aos deuses - Dionísio (para Gregos) e Baco (para os Romanos), essas festas promoviam bebedeiras e outros prazeres carnais.


Por isso, a Igreja Católica procurou controlar os ímpetos festivos da população e estabeleceu a Quaresma - período de 40 dias que antecede a Semana Santa e é marcado pela contrição e pelo jejum, em oposição ao período (anterior à Quaresma) quando as pessoas extravasam os seus desejos (especialmente os desejos da carne, significando, especialmente, os instintos sexuais).


Os mais diversos povos têm registros de celebrações com características carnavalescas, tudo era pretexto para comemorações: a abertura do ano agrícola, a fecundidade, a colheita, os mortos, os deuses.


Apesar do carnaval ter origem na Europa, o carnaval do Brasil é o maior do mundo e se transformou na principal festa popular brasileira a partir da década de 1930.


Ao longo do século XX, uma série de ritmos e danças passaram a fazer parte do Carnaval brasileiro. Atualmente, ritmos como o samba, o maracatu e o frevo são seus símbolos.


O Carnaval em diversas Regiões Brasileiras


Em cada região brasileira há diferentes formas de expressão do carnaval.

  • Sul - desfiles de escolas de samba, clubes e blocos de rua;

  • Sudeste - é parecida com a comemoração do Sul

    • Nas capitais São Paulo e Rio de Janeiro - os desfiles das escolas de samba mais famosas do país ocorrem nos sambódromos Anhembi (SP) e Marquês de Sapucaí (RJ), sendo transmitidos pela TV;

    • Na maioria das cidades da região há blocos de rua. Clubes com festas particulares, com muita música, samba e marchinhas de Carnaval;

  • Centro-oeste - há, também, marchinhas, escolas de samba, show de diversas bandas e gêneros variados;

  • Nordeste - possui comemorações variadas

    • Na Bahia - os trio-elétricos, onde se apresentam alguns dos artistas mais famosos do Brasil;

    • Em Pernambuco - tem o frevo e maracatu e em Olinda - os tradicionais bonecos gigantes;

  • Norte - o carnaval é ligado ao Folclore

    • Manaus - a Festa do Boi (Boi-Bumbá), com trio-elétricos e com escolas de samba com músicas de influência indígenas;

    • Belém - blocos que percorrem as ruas do Centro Histórico;

    • Porto Velho - conta com blocos de rua e 35 dias de folia.


A História do Carnaval em outros países


Durante muitos anos Paris, Roma, Milão, Florença, Munique, Colônia e Veneza foram as cidades europeias onde as festas de carnaval eram realizadas com maior pompa e esplendor. Sobretudo em Veneza - com os bailes de máscaras.


  • Espanha - o carnaval foi proibido pelo Rei Felipe V, que temia as consequências dos excessos praticados pelos foliões mascarados. Seu sucessor, Carlos III, porém, restabeleceu as festas e introduziu no teatro os bailes de máscaras;

  • Portugal - o carnaval foi realizado pela primeira vez em 1959. Além das danças folclóricas, que atraíam milhares de turistas de todo o mundo, havia os desfiles de carros floridos;

  • Itália - o carnaval remonta a 1873, embora somente em 1925 viesse a adquirir o caráter satírico atual, com os carros alegóricos ostentando máscaras e caricaturas das figuras mais conhecidas da Europa;

  • França - o carnaval mais famoso do país é o de Nice, criado há mais de 100 anos.

Atualmente, muitos países, principalmente Portugal, importaram e adaptaram a maneira de fazer carnaval dos brasileiros.


É uma festa de folclore, tradições, ritmos, músicas, danças, e fantasias.


A maioria das pessoas concorda que o Carnaval é uma festa alegre, aproveite a energia dessa época e escolha uma joia de proteção no nosso site, para brindar o carnaval sem preocupação.


26 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page