Buscar

COMO SABER SE UMA JOIA REALMENTE CARREGA SIMBOLOGIA NELA?

Atualizado: 11 de ago.


Joia e simbologia carregadas

Pêndulo Geometria Joia



A Geometria Sagrada e as suas formas encontradas na natureza demonstram que tudo que conhecemos foi criado e projetado pela mesma mão e, dessa forma, conecta todas as coisas no universo. Além disso, ao longo da história da humanidade, os estudiosos espirituais consideram os números e as formas geométricas entidades especiais dotadas de um poder, usada em joia e acessórios. Os números são mais abstratos e se relacionam com os conceitos, já as figuras geométricas se relacionam mais com as questões emocionais.

Dessa forma, muitas formas são associadas aos símbolos sagrados. Por isso, há inúmeras edificações de caráter religioso que tiveram como base os princípios da geometria sagrada, são: Igrejas, Templos, Altares, Monumentos, etc. Essas construções buscam transmitir por imagens visuais os ensinamentos de natureza superior.


Simbologia em cada joia


As formas da Geometria Sagrada e os seus significados:

  • Triângulo - as civilizações antigas, como os egípcios abusavam dessa forma na sua arquitetura, usadas em mausoléus, templos dos mortos e, também, na religião cristã, o triângulo representa a Trindade (Pai, Filho e Espírito Santo);

  • Círculo - sem início e nem fim, representa o infinito, ligado à ideia de perfeição;

  • Poliedros de Platão - Platão relacionou as formas como representação dos elementos naturais e com a criação do Universo;

  • Flor da Vida - é uma mandala muito conhecida e representa o círculo perfeito do Universo e, os elementos geométricos internos, representam o cosmo. Esse é um dos principais símbolos da geometria sagrada;

  • Cubos de Metatron - alguns consideram ser a união da Flor da Vida com os Poliedros de Platão. Ligado ao Arcanjo Metatron, ele é poderoso e faz a ponte (conexão) entre o humano e o divino.

Utilizaremos a flor da vida para exemplificar como saber se determinado símbolo carrega o potencial energético.

Para a flor da vida ter a sua vibração, a sua energia condensada na sua geometria. Assim, uma joia ou peça com essa imagem precisa estar fechada entre dois círculos concêntricos e sua geometria interna, formada por dezenove rosetas, tem que estar fechada. Se apresentar apenas um círculo, não tem a mesma potência energética. A Flor da Vida, sendo uma geometria sagrada, compõe tudo vivo no universo, todas as coisas são compostas dessa forma sagrada.


Saiba aproveitar a simbologia dos seus acessórios


Não quer dizer que uma pessoa leiga que adquira uma peça com um símbolo não possa se aproveitar de sua energia. Alguém que não entenda ou não estude os conceitos místicos, muitas vezes, pode obter uma joia pela sua beleza, pelo encantamento com a sua forma.


Mesmo assim, ela pode usufruir dos seus benefícios, a geometria pode entrar em ressonância com o que a pessoa tem internamente e ela sentir a sua boa energia. No entanto, ela deve ficar atenta, se ao contrário, a pessoa entrar em contato com uma peça e se sentir desconfortável, sentir tristeza ou um pesar, pode ser que as formas geométricas estão interferindo no lado energético e emocional dela.

Assim, essa é a primeira maneira de reconhecer se a forma simbólica representada na joia adquirida atuará de maneira benéfica, é um teste subjetivo.

O segundo modo é uma comprovação mais objetiva, usa-se o pêndulo, sendo um aparelho usado para medir as geometrias. Coloca-se o pêndulo sobre uma peça: se ele girar no sentido horário é sinal de que há uma energia positiva, que está emanando uma boa vibração. Se ele girar no sentido anti-horário, significa que não está fazendo a sua função, não está vibrando adequadamente e sugando energia. Ou seja, ao invés de entrar em ressonância com a aura da pessoa e com a energia dela, aumentando e potencializando suas boas energias, efetua o oposto.

Se você não possui uma boa percepção sobre as sensações que as peças podem estar ocasionando em você, pode-se usar o método objetivo.

A Flor da Vida exemplifica bem a geometria sagrada e representa a expansão da vida. Ressignificar o presente, deixando os traumas do passado, renovar e ampliar a consciência do momento presente.



21 visualizações0 comentário