top of page
Buscar
  • Foto do escritorJoalheria Alternativa

O PROCESSO DE FABRICAÇÃO DE JOIAS

Atualizado: 30 de jan. de 2023



Joias são peças excepcionais, únicas, que podem ser um relicário, contar uma história, conter memórias e eternizar momentos e pessoas.


É ofício do joalheiro dominar as técnicas para forjar uma linda joia, mas além disso, a dedicação, o empenho e o cuidado com cada detalhe, desde a escolha do material, o momento da produção até a apresentação da peça final é característica de um brilhante profissional e a certeza de uma obra perfeita.


Há diversos elementos palpáveis que compõem uma joia, como: ouro, prata, titânio e cobre, mas há os imateriais que produzem encantamento, como: bem-estar emocional, equilíbrio e força. Por isso, é essencial que a inspiração se origine dos conteúdos de diversas filosofias e que concedam o amor, a proteção, a paz e a fé.


Da concepção até o acabamento, há um processo complexo que com muito esmero garante a qualidade de uma joia:


1. Criação do conceito - há a escolha dos símbolos e dos materiais, unindo-os à história pessoal para oferecer uma adequada representação. É um esboço no papel que será o guia para o momento da produção. Uma ilustração desta etapa: para exprimir a luz – podemos usar diversos materiais, uma representação desta iluminação, pode ser optar por nano zircônias (pedrinhas bem brilhantes);

2. Preparação dos materiais - com a ideia no papel, leva-se os materiais para a fundição e aguarda o momento propício, ou seja, o alinhamento dos astros, com intuito de oferecer boas energias para quem irá usar a joia;

3. Alinhamento do projeto - é o momento de explicar ao joalheiro como será a manufatura da peça, alinhando os materiais com as simbologias, com as formas, com as figuras e com a energia que se almeja;

4. Produção - é tempo de colocar a mão na massa, é agora que a concepção vai tomando forma, são muitas ações: laminar, torcer, martelar, lixar, limar, serrar, aquecer, medir, encaixar, unir, soldar, polir, cravar, limpar. Alguns atos podem ser definidos, como:


  • Laminação - quando os metais passam por rolos compressores para chegar a espessura desejada;

  • Recozimento - é o aquecimento do metal para que se possa dar forma a ele;

  • Soldagem - é o ato de unir uma parte da peça a outra com um terceiro material para este fim;

  • Lixamento - é para eliminar as imprecisões e alinhar a chapa utilizando uma lixa;

  • Acabamento - é semelhante à etapa de lixamento, dando foco aos menores detalhes da joia;

  • Incrustação - é quando se insere (encaixa) uma pedra ou outro elemento numa peça;

  • Polimento - é a etapa final, para tirar todas as imperfeições e dar o brilho à joia.


5. Peça pronta - é o fim do processo, elas estão prontas para contarem as suas histórias, acessarem outras dimensões e trazerem boas energias.


Desde eras muito remotas, os seres humanos são atraídos e seduzidos pelas joias, os enfeites têm sido criados e venerados por inúmeros motivos, ou seja, pelo seu valor, poder, significado, simbolismo ou pela beleza e perfeição.


A produção de joias é uma arte exercida por mãos hábeis e cuidadosas. Forjadas em momentos especiais ou favoráveis astrologicamente, baseadas em diversas filosofias e suas formas, imagens e símbolos (a correta geometria) que têm o poder de transformar a energia dos usuários e proporcionar inúmeros benefícios: bem-estar, paz, fé e amor.


Uma joia é muito mais do que um simples adorno, ela tem um inimaginável poder.


Saiba mais, veja na prática como isso acontece :




74 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page