top of page
Buscar
  • Foto do escritorJoalheria Alternativa

SEU NOME EM RÚNICO

Atualizado: 11 de ago. de 2022


Pingente Rúnico Cura


A origem do nome runas sugere que elas eram usadas como portal de um conhecimento sagrado, espiritual e ancestral, como uma fonte secreta para tais caminhos.


Desde os tempos mais remotos, o ser humano parece querer se conectar com algo maior do que ele. No norte da Europa, uma dessas formas de conexão era o oráculo de runas, que não era apenas um sistema de linguagem, esse povo acreditava que cada letra possuía uma energia.


No entanto, não se sabe ao certo qual foi o momento ou o local em que as runas surgiram, o mais antigo dos alfabetos rúnicos dizem que foram utilizados entre 250 A.C. e 500 D.C.


Cada runa corresponde a uma letra dos antigos alfabetos rúnicos e foram os primeiros sistemas de escrita desenvolvidos e utilizados pelos povos germânicos. Além dessa teoria, há também outras que contam a possível história das runas; dentre elas, a que tem mais respaldo histórico é a de que elas surgiram na Europa durante a Idade do Bronze e do Ferro (1300-800 a.C.), já que os símbolos gravados nas runas eram também muito utilizados naquela época, como triângulos, árvores, espirais, dentre outros.


Cada pedra de runa tinha um nome relacionado com um som e cada poder ou princípio cósmico possuía uma representação ideográfica e pictográfica, assim, quando se escrevia uma runa, invocava-se esse poder. Mas apesar dos significados, não chegou a ser uma língua falada.


Esse alfabeto foi evoluindo com o tempo e a versão atual possui 24 caracteres feitos com traços rústicos, semelhantes a desenhos rupestres.


Na atualidade, estudiosos relacionam o alfabeto rúnico com o alfabeto romano, encontrando a equivalência das letras. A partir disso, é possível escrever o seu nome em rúnico e, estudando o significado das runas, encontrar também o significado do seu nome e o que ele diz sobre quem você é.


Veja na imagem abaixo a equivalência de cada letra de nosso alfabeto em relação ao alfabeto rúnico (Leia na íntegra aqui):



Veja abaixo os significados das letras de acordo com a simbologia do alfabeto rúnico:


A – O poder da comunicação. No mundo físico e também no espiritual.

B – Prosperidade e nutrição de tudo o que se planta e cresce na Terra.

C-Q-K – Energia vital que dá o poder da ação.

D – Descoberta da espiritualidade.

E – Amizade e companheirismo.

F – Fortuna vinda do sucesso profissional.

G-X – Ofício sagrado. Se doar no que faz.

H – Conflito interno que vem antes de momentos de mudança.

I – Congelamento das emoções.

J-Y – Nutrição do que se planta.

L – Energia feminina ligada a intuição e a imaginação.

M – Intelecto e mente voltada para o progresso da comunidade.

N – Perseverança que aparece nos momentos de desafios.

O – Hereditariedade que gera a ordem dentro de grupos.

P – Contato com o mundo da magia.

R – Evolução que vem das infinitas experiências vividas.

S – Honra e nobreza que vem da exposição pessoal.

T – Disciplina que leva a vitória.

U – Maturidade que leva a vida adulta.

V-W – Felicidade encontrada na esperança da vida.

Z – Proteção do mundo espiritual.

Ei – Energia para superar obstáculos.

Th – A força do impulso.

Ing – O poder da criação.


Para interpretar o significado do seu nome, pegue a primeira letra dele e veja o significado dela. Depois faça isso com todas as outras letras, mas levando em conta que todas as letras seguintes são letras que dão suporte para a primeira do seu nome. Ou seja, somando os significados, você pode refletir sobre quais energias estão trabalhando em conjunto para que a energia da primeira letra do seu nome seja uma energia presente na sua vida e na sua personalidade. Quanto aos sobrenomes, eles também podem ser interpretados dessa forma, mas os significados dizem mais respeito sobre a energia da família do que a energia de apenas uma pessoa (Leia na íntegra aqui).


Ficou claro que na língua germânica (dos povos germânicos e vikings), runa significa mistério ou segredo.


Um viking é um indivíduo escandinavo, habitante da Dinamarca, Suécia, Noruega, Finlândia e Islândia, que viajaram pela costa da Europa até chegarem à Groenlândia (norte do Canadá). Eles tinham esse alfabeto com 24 runas esculpidas em pedras, metais ou madeiras e as utilizavam em jogos e como amuletos. Também eram utilizadas no lugar dos números nos antigos calendários escandinavos.


Antigamente, as runas eram restritas aos mestres e aos sacerdotes Vikings. Hoje, as pessoas consultam os oráculos das runas, buscando o autoconhecimento, a ampliação da consciência e a evolução pessoal. Procure na história da cultura nórdica, se desejar saber mais sobre as runas que é um assunto muito extenso.



14 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page